Sábado, 27 de Janeiro de 2007

" SIM OU NÃO?! VIDA OU MORTE ?!! "

Sim ou não?! Vida ou Morte?!
 
Tenho recebido nos últimos tempos vários emails a sobre o sim ou o não à despenalização do aborto.
Na maioria são sobre a não despenalização. Falam de vida, falam de muita coisa certa, mas também de muita coisa mais teórica, que prática.
Ora vejamos:
Há vida logo após a concepção? Sim há vida, mas ainda embrionária. Resta saber se essa vida em formação é desejada por quem a concebeu, se foi fruto de um acto de amor ou apenas de uma necessidade fisiológica como outra qualquer, se quem a gerou é “gente” capaz de conservar-lhe a vida depois do nascimento.
Decerto dirão:” lá está mais uma a levantar o estandarte do sim ao aborto”. Pois desenganem-se. Não sou a favor do aborto, nunca fui, e acho que nunca serei. Se me perguntarem porque não sou, direi que talvez não o seja por ter tido um aborto espontâneo de um filho muito desejado, e sei quanto sofrimento causa e decepção, medo, angústia, dor física e espiritual e uma profunda sensação de vazio. É francamente traumatizante.
Mas se me perguntarem se sou a favor da despenalização do aborto, direi que sim, mas com a reserva de ser feito em hospitais públicos ou privados, e por pessoas competentes. Vou ser mais explícita: acho que uma mulher que recorre ao aborto não deve ser condenada. Devem sê – lo, sim, as “abortadeiras”aquelas que, servindo-se do desespero alheio, provocam realmente verdadeiras chacinas, sem se importarem com as condições económicas das mulheres que as procuram às quais  cobram, ali, mesmo, 100 contos (500€), mais ou menos.
Já estou a ver alguns a levantarem-se ao lerem a palavra chacina. Não a retiro. Porque se não se tem em conta uma vida embrionária de semanas, também não se tem em conta a vida de uma mulher que pode aí encontrar a morte, e quantas não viram a sua vida ceifada desta forma ou, as menos desafortunadas, se viram numa cama de hospital lutar entre a vida e a morte por incúria e ganância das tais “abortadeiras”!
O aborto terapêutico não deve ser, de modo algum, uma prática anti-concepcional, mas um recurso limite, para uma situação limite.
Antes fazer um aborto, em condições legais, higiénicas e de segurança, do que deixar vir ao mundo crianças indesejadas que acabam por ser mortas, depois de serem mal tratadas, violadas, trucidadas pelos próprios pais, pelas mães, pelos familiares… E quantos casos têm vindo a lume na imprensa nos últimos tempos!
Pergunto: será justo colocar numa mesma cela, de uma prisão, uma mulher que interrompeu uma gravidez não desejada, e uma mulher que deixou nascer uma criança que odeia tanto que acabou por matá-la?
Por favor, deixem-se de retóricas e éticas utópicas e sem fundamento. Como se pode defender a vida de um feto com tanta veemência e ficar-se indiferente à qualidade e segurança da vida de crianças em risco?
Pessoalmente, como mulher, mãe, avó, como ser humano, dói-me muito mais imaginar o sofrimento de uma criança de meses, 1, 2, 3 …5, 6, até 10,11, 12 anos, a ser torturada até à morte do que o desfasamento de um feto (que possivelmente poderia vir a ser uma dessas crianças assassinadas pela sua própria mãe).
Por amor de Deus! Sim! Porque os que clamam pela penalização do aborto, levantando o estandarte da vida antes da vida, o fazem em nome de Deus, pensem na morte quando já se é um ser vivo, uma pessoa que sente, que chora e sorri, mas que ainda não consegue falar, nem fugir, nem rebelar-se contra os seus carrascos que o geraram.
Se é a vida das crianças que está em jogo, então revejam-se as prioridades de salvação das crianças.
Haja coerência e atire a primeira pedra quem, em consciência, o poder fazer.
GRANNY
(este artigo é da minha autoria, e confesso que me custou a escrevê-lo, não pela escrita, mas pelo tema em si, mas achei que devia pôr aqui a minha opinião sobre ele. Não é uma opinião enraizada, mas evolutiva. A vida, os tempos, vão-nos fazendo ver ,com mais racionalidade e realidade, muitas coisas, achei que o meu contributo poderia ser pertinente, visto que se trata de uma opinião de alguém que já foi determinadamente contra o aborto ,mas que perante os factos reconsiderou na sua opinião. SALVEM AS CRIANÇAS!)
publicado por GRANNY Ditte às 03:19
link do post | comente | favorito
|
6 comentários:
De gegecas a 28 de Janeiro de 2007 às 01:11
Mais uma vez estamos de acordo. Não sou a favor do aborto............o aborto é sempre uma violência, e para mim existe vida desde o momento da concepção...............mas este referendo não é o referendo sobre o aborto........mas sim o referendo da hipocrisia . A vida ensinou-me nestes quase 53 anos que tenho que nada é a preto e branco e que não há verdades absolutas. Por isso eu vou votar pelo SIM.
E apenas gostava fazer uma pergunta aos "senhores" da verdade.............será que ao votarmos sim vamos obrigar a que as mulheres abortem?????????Não vamos de certeza.......... E não me venham dizer que o povo é estúpido .........que não sabe o que faz. Um desabafo .........tanto os senhores do SIM como os senhores do NÃO se excederam e Meus Senhores, pode haver quem não pense por si mesmo............mas esses são cada vez menos.
Por isso deixem que as próprias pessoas tomem as suas decisões e apostem antes em dar condições ás mães. Mesmo o Estado nada facilita a vida ás mães que para ele trabalham......e falo por experiência própria pq tenho uma filha que trabalha na segurança social como jurista e sei como é pressionada para dar mais e mais horas ao serviço ........e ninguém lhe reconhece os deveres e direitos que ela têm como mãe. Parece que nesta país só quem faz horas extras é que trabalha..............desabafo..............quem faz horas extras é pq não sabe gerir o que têm de fazer nas suas horas de emprego.
De Ditte a 4 de Fevereiro de 2007 às 03:11
Seria dificil não estarmos de acordo, mesmo neste caso, tal como tu acho tudo isto uma hipocrisia, mas mesmo assim vou votar SIm, pelo amor às crianças que já nasceram ou virão a nascer, voto Sim pelo direito das crianças a terem amor, carinho, bem-estar. Voto Sim, para que não haja vidas ceifadas após o nascimento.
Obrigado pelo teu sábio e sempre pertiente comentário.
Felicidades e bjs da tua sp amiga
Granny
De mariavaladas a 2 de Fevereiro de 2007 às 02:15
Um grande tema para debate!
Tenho sérias dúvidas quanto á minha posição nesta matéria...portanto vou remeter-me ao silêncio...

O meu tempo já passou...e esse quero esquecer!

Mas tenho duas filhas...gostava que fossem elas a decidir o que era bom para elas ou não!

Sou contra o referendo!

Um bom fim de semana Edite....

Beijo da
Maria
De Ditte a 4 de Fevereiro de 2007 às 03:22
Que posição tão pouco solidária e sem visão do futuro! Desculpa cara Maria, este referendo não é só para mulheres jovens, é tambem para as menos jovens, que embora já não posssam procriar, são mães, avós, e têm o direito e, porque não, o dever de zelarem pelo futuro.
Que as nosssas filhas e netas não tenham de passar pelos dilemas e sofrimentos que passámos é o que nos deverá levar a participar no referendo. O nosso tempo é HOJE.
Felicidades e bjs da amiga
Granny
De Mikas a 7 de Fevereiro de 2007 às 22:28
Parabéns pela forma como expuseste a tua opiniao
De Ditte a 9 de Fevereiro de 2007 às 05:20
Não tens que me felicitar pelo artigo, achei que era um tema/assunto que merecia uma reflexão, esta foi a minha.
Obrigado pel tua visita e volta sempre.
Felicidades da
Granny

diga o que tem a dizer

.mais sobre a granny

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts da granny

. " AS MULHERES DE CERTA ID...

. " DIA DO ANIMAL "

. "A FELICIDADE EXIGE VALEN...

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " AS MULHERES CELTAS - UM...

. " LIVE EARTH"- UM CONTRIB...

. " UM POEMA DE PAIXÃO...OU...

. " PALCO "

. " GENERATION GAP" ou "ENT...

. " Riam , Riam muito"

.baú da granny

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.os tags da granny

. todas as tags

.os favoritos da granny

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " MULHERES GORDINHAS "

. "O QUE APRENDI "

. " O QUE SOU "

. "O DIA DAS CRIANÇAS DESAP...

. "VIOLENCIA CONTRA AS MULH...

.links

.as fotos da granny

blogs SAPO

.subscrever feeds