Quinta-feira, 25 de Maio de 2006

"VIOLENCIA CONTRA AS MULHERES"

“Segundo as estatísticas uma em cada três mulheres já foi maltratada, ferida, obrigada manter relações sexuais ou submetida a qualquer outro tipo de abuso na sua vida. Todos os anos milhões de mulheres sofrem violentações e maus-tratos nas mãos dos seus companheiros, maridos, familiares, amigos, desconhecidos, patrões, companheiros de trabalho, etc.

Segundo a Organização Mundial de Saúde 70% das mulheres que são vítimas de assassinato morrem às mãos dos seus companheiros.
Só nos Estados unidos 85% das vítimas de violência doméstica são mulheres. Na Europa uma em cada cinco mulheres já sofreu alguma forma de violência às mãos do seu parceiro. 
Ainda segundo a Amnistia Internacional a violência sobre as mulheres é considerada uma das maiores atrocidades mundiais que desafia os direitos humanos dos nossos tempos. Desde que nascem até que morrem, tanto em tempo de paz como de guerra, as mulheres enfrentam a discriminação e a violência do estado, da comunidade e da família.
Por todo o mundo as mulheres têm levado a cabo corajosas e inspiradas campanhas contra a violência. Tem conseguido mudanças radicais na política, nas leis e nas práticas. Mas a violência persiste.
“ Não sei de facto o que me fez decidir, nessa noite, chamar a policia, mas digo sempre que o fiz quando me vi banhada no meu próprio sangue” – Lorraine, uma britânica, que foi continuamente violentada e maltratada pelo seu companheiro durante 8 anos antes de falar disso a alguém – “as pessoas perguntavam-me porque simplesmente não deixava o meu companheiro mas… eu tinha muito, mesmo muito medo dele. A força acabamos por nos habituar, por aceitar a coisa como um elemento normal da nossa vida, adaptamo-nos, encaramos como se fosse esse o nosso destino, fechamo-nos no nosso calvário.” No Reino Unido os serviços de urgência recebem em média uma chamada por minuto relacionada com actos de violência cometidos na família. (artigo extraído do site da amnistia internacional sobre a violência sobre as mulheres integrado na sua campanha Parem com a Violência Contra as Mulheres).”
(há quem não goste de falar sobre este tema incomodativo, pois a velha máxima de que "não se bate numa mulher nem com uma flor" nunca foi cumprida. Mas está na altura de a sociedade, homens e mulheres, reflectirem sobre este  flagelo que recaì sobre aquelas que têm a tarefa de dar à luz  e criar o futuro do mundo. ninguém pode ficar indiferente aos gritos silenciosos que ecoam por todo o mundo.)
PAREM COM A VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES!
a granny hoje sente-se: triste e revoltada
música: "I WANT TO KNOW WHAT LOVE IS"-WYNNONA
os tags da granny:
publicado por GRANNY Ditte às 14:19
link do post | comente | favorito
|

.mais sobre a granny

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts da granny

. " AS MULHERES DE CERTA ID...

. " DIA DO ANIMAL "

. "A FELICIDADE EXIGE VALEN...

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " AS MULHERES CELTAS - UM...

. " LIVE EARTH"- UM CONTRIB...

. " UM POEMA DE PAIXÃO...OU...

. " PALCO "

. " GENERATION GAP" ou "ENT...

. " Riam , Riam muito"

.baú da granny

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.os tags da granny

. todas as tags

.os favoritos da granny

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " MULHERES GORDINHAS "

. "O QUE APRENDI "

. " O QUE SOU "

. "O DIA DAS CRIANÇAS DESAP...

. "VIOLENCIA CONTRA AS MULH...

.links

.as fotos da granny

blogs SAPO

.subscrever feeds