Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

" OUTONO "

É Outono, estação de mudança
A última ave só pia, não canta
As folhas enrugadas são manta
Retalhada onde o vento dança.
 
Estação de mudança, sem cor
Entre o êxtase da paixão e a dor
De árvores despidas sem pudor
De velhos que se aquecem no frio calor.
 
Outono, palco vazio à espera
Que o pano desça sobre a cena final
De alegrias mortas jazendo por terra.
 
Outono, estágio da vida real
Da menina que se fez mulher
Vendo o verão passar, sem o viver.
 (E.C.)
(o outono começou dia 23)

a granny hoje sente-se: outonal
música: " Primeiro Amor " - Patxi Andion
os tags da granny:
publicado por GRANNY Ditte às 00:58
link do post | comente | a granny responde (1) | favorito
Sábado, 23 de Setembro de 2006

" ÉTICA NA NET "

 

A ÉTICA NA NET
 
A ética é um código de conduta ou um conjunto de diretrizes que diz ao homem como, e dentro de que parâmetros ele deve agir, no sentido de se manterem padrões sempre mais elevados de integridade. Há que se ter ética como arcabouço de todos os nossos intercâmbios. Mas e na NET, este vasto território sem leis e de ninguém, como proceder?
Podemos enumerar alguns itens a serem considerados, no sentido de manter uma vida virtual saudável e pacífica:
1 - Não prometermos a ninguém algo que não poderemos cumprir e usarmos sempre de  franqueza , para que a ausência dela não nos torne hipócritas ou omissos.
2 - Não nos prevalecermos das pessoas com conhecimentos virtuais inferiores ao nosso, lembrando que, quando cá chegámos, cometemos inúmeras gafes por ignorância virtual e ainda estamos sujeitos a cometê-las, pelo mesmo motivo, pois a NET é dinâmica e a aprendizagem é ininterrupta.
3 - Não fazer intriga de forma alguma e não admitir que o façam. O mais certo é banir do nosso relacionamento virtual, todos os “fofoqueiros e fofoqueiras de plantão”.
4 - Quando algo nos parecer estranho e mal esclarecido, devemos tentar resolver o problema diretamente com a pessoa em questão, sem que os demais tomem conhecimento.
5 - Valorizar o esforço de todos. A maioria das pessoas mantêm um site ou um blog com dificuldade, não auferindo lucro algum (muito pelo contrário), apenas para levar ao mundo virtual um pouco de beleza, assim como os formatadores e repassadores de e-mails de boa qualidade e cuidadosos no que tange à autoria. 
6 - Não lavar roupa suja na Rede.
Isto soa mesmo muito mal!
7 - Sermos cautelosos no sentido de não alimentarmos, levianamente, afeições e expectativas que estamos impossibilitados de sedimentar, ou, em outras palavras, não brincarmos com os sentimentos das pessoas com as quais interagimos virtualmente. O coração não distingue o virtual do real.
8 - Não nos deixarmos enredar pela competitividade desenfreada. O sol nasceu para todos. Que o êxito de outrem seja sempre motivo de alegria, jamais para que nos sintamos ofuscados.
9 - Não entupirmos as pessoas da nossa lista com quantidades excessivas de e-mails, considerando que a vida é uma corrida para todos e a permanência na NET é cara.
10 - Não repassarmos notícias tolas, vulgares ou catastróficas que não servirão para nada, a não ser, para baixar o astral de quem estiver recebendo.
11 – Ficarmos agradecidos pelo bem virtual que recebemos, lembrando que um agradecimento e um elogio "sinceros" operam milagres, quando desvinculados da tentativa de manipulação do outro.
12 - Sermos fraternos e caridosos quando tivermos que discordar de algo ou de alguém. E se os ânimos estiverem acirrados é preferível silenciar porque em determinados momentos o silêncio sabe ser altamente esclarecedor.
13 - Se cada um fizer a sua parte, buscando dar o melhor de si, poderemos, individual e coletivamente, ir tornando a rede um lugar aprazível para todos aqueles que aqui chegam, tantas e tantas vezes necessitados de encontrar um reabastecimento e um refrigério para suas vidas reais.
 (Tenho este ficheiro, retirado do site da luanna, há vários anos. Achei por bem deixá-lo aqui publicado, para que eu e todos os que visitarem este blog se lembrem que o mundo virtual deve ser mais humano e éticamente mais correcto. Muita coisa vai mal neste mundo e, para ser franca, já basta o quanto vai mal o mundo real, porque não fazer deste um espaço mais solidário e sorridente?Ingenuidade da minha parte? Talvez. Um dia uma amigo chamou-me néscia, não sei se o serei, mas entre os seus vários significados aceito o de crédula (que nos dias de hoje é mais parva ou estúpida), mas que querem? Eu de tão desconfiada que sou, acabo por acreditar no que não devia.
Desculpem o desabafo, acontece a todos, por isso me fez bem rever este código de ética e acredito que também fará bem a todos. Pelo menos não  fará mal  a ninguém.)
A GRANNY

a granny hoje sente-se: entre gregos e troianos
música: " ALL WE NEED IS LOVE"
publicado por GRANNY Ditte às 20:48
link do post | comente | a granny responde (4) | favorito
Domingo, 17 de Setembro de 2006

" TERRA NEGRA! TERRA MÃE"

 

Terra Negra! Terra Minha!
Amei-te de tal maneira
Que o teu sol ficou marcado
Nesta alma, hoje, sozinha,
Revoltando-se nas cinzas do passado,
Procurando a ilusão derradeira.
 
Ilusão última que enterrada
Ficou no teu espaço infindo
Cheio de caminhos de liberdade.
Tu foste terra mais que amada,
Mas no tempo que está vindo
De ti só terei esta eterna saudade.
 
Terra Negra! Terra Infinita!
Onde ri e chorei e amei
Onde fui escrava e rainha
Te maldigo, terra bendita,
Pois jamais poderei
Chamar-te terra minha.
 
Ficaste no meu sonhar,
Preencheste os meus pesadelos,
Foste e serás o grande mundo
Que me ensinou a lutar.
A tua noite, o teu dia, não posso vê-los
Mas sinto-os bem no meu fundo.
 
Terra Negra! Terra Mãe!
Onde fui crescendo com o olhar
Pairando na imensidão do teu ser.
Terra que foste madrasta também
Onde me senti perdida no mar
Da confusão de nunca te pertencer.
 
Hoje continuas na tua sucessão
De dias e noites abafadas,
De ar húmido a sufocar.
Só eu parei num dia de confrontação
Em que não afastei as longas manadas
Que acabaram por me pisar.
 
Terra de sol, de luz, de encanto,
De tão pisada que fiquei
Não me reconheces mais.
Mas em ti há um rio de pranto
Das lágrimas que chorei
Por não te poder ver jamais.
 
Entre o turbilhão da tua vida
Girei nas tuas savanas enormes
E perdi-te, algures, não sei bem
Hoje aqui de alma vazia
Procuro entre formas disformes
O dia em que te abracei, terra Mãe
.
 (E.C.
(poema escrito pela Granny há alguns anos, não me lembro da data, e que é dedicado a todos os que ainda sentem África, a todos aqueles que a saudade por essa terra de feitiço e de encanto se materializa em mil sentidos e preenche os seus sonhos e o desejo de um dia...um dia ( quem sabe?)...voltar)
 
 
 
 
 

 

a granny hoje sente-se: saudosa e nostálgica
música: " Malaika " - Miriam Makeba
os tags da granny:
publicado por GRANNY Ditte às 03:02
link do post | comente | a granny responde (3) | favorito

.mais sobre a granny

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts da granny

. " AS MULHERES DE CERTA ID...

. " DIA DO ANIMAL "

. "A FELICIDADE EXIGE VALEN...

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " AS MULHERES CELTAS - UM...

. " LIVE EARTH"- UM CONTRIB...

. " UM POEMA DE PAIXÃO...OU...

. " PALCO "

. " GENERATION GAP" ou "ENT...

. " Riam , Riam muito"

.baú da granny

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.os tags da granny

. todas as tags

.os favoritos da granny

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " MULHERES GORDINHAS "

. "O QUE APRENDI "

. " O QUE SOU "

. "O DIA DAS CRIANÇAS DESAP...

. "VIOLENCIA CONTRA AS MULH...

.links

.as fotos da granny

blogs SAPO

.subscrever feeds