Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008

" AS MULHERES DE CERTA IDADE...!!! "

 

 

Dizem que a uma certa idade nós, as mulheres, nos tornamos invisíveis, que nossa actuação na cena da vida diminui e que nos tornamos inexistentes para um mundo onde só cabe o impulso dos anos jovens.

 

Eu não sei se me tornei invisível para o mundo. Pode ser. Porém nunca fui tão consciente da minha existência como agora, nunca me senti tão protagonista da minha vida, e nunca desfrutei tanto cada momento da minha vida.
Descobri que não sou uma princesa de contos de fada; descobri o ser humano sensível que sou e também muito forte, com suas misérias e suas grandezas. Descobri que posso me permitir o luxo de não ser perfeita, de estar cheia de defeitos, de ter fraquezas, de me enganar, de fazer coisas indevidas e de não responder às expectativas dos outros.

 

E , apesar disso... Gostar de mim.
Quando me olho no espelho e procuro quem fui…sorrio àquela que sou…Me alegro do caminho andado, assumo minhas contradições. Sinto que devo saudar a jovem que fui com carinho, mas deixa-la de lado porque agora me atrapalha. Seu mundo de ilusões e fantasias, já não me interessa. É bom viver sem ter tantas obrigações. Que bom não sentir um desassossego permanente causado por correr atrás de tantos sonhos.
“A vida é tão curta e a tarefa de vive-la é tão difícil que quando começamos a aprendê-la, já é hora de partir "
(poderão perguntar-se qual a razão de colocar o vídeo acima neste post. Apenas o fiz para dizer que as mulheres de certa idade, tal como as gordinhas, tal como todas que não se inserem no estereotipo das imagens, todas amam e , acima de tudo, gostam de ser amadas. E haverá melhor conselho, dado por um homem, como o desta canção? Qual a mulher que não sonha, deseja, intimammente, que ele seja seguido?)
Com amor da vossa
Granny
a granny hoje sente-se: Consciente de mim
música: Have you really loved a woman?
os tags da granny:
publicado por GRANNY Ditte às 20:44
link do post | comente | favorito
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

" AS MULHERES CELTAS - UM EXEMPLO A SEGUIR"

As mulheres de origem Celta eram criadas tão livremente como os homens, A elas era dado o direito de escolherem seus parceiros e nunca poderiam ser forçadas a uma relação que não queriam. Eram ensinadas a trabalharem para que pudessem garantir seu sustento, bem como eram excelentes amantes, donas de casas e mães.
A primeira lição era: “Ama teu homem e o segue, mas somente se ambos representarem um para o outro o que a Deusa Mãe ensinou: amor, companheirismo e amizade.”
 
Jamais permitas...Jamais permitas que algum homem te  escravize:
tu nasceste  livre para amar, e não para ser escrava.Jamais permitas que o teu coração sofra em nome do amor.
Amar é um acto de felicidade, porquê sofrer?Jamais permitas  que os  teus olhos derramem lágrimas
por alguém que nunca te fará  sorrir!
 Jamais permitas que o uso de teu próprio corpo seja cerceado.
 O corpo é a moradia do espírito, porquê mantê-lo aprisionado?
Jamais te permitas a  ficar horas esperando por alguém
que nunca virá, mesmo tendo prometido!
Jamais permitas que o teu nome seja pronunciado em vão
por um homem cujo nome tu nem sequer sabes!
Jamais permitas que o teu tempo seja desperdiçado
com alguém que nunca terá tempo para ti!
Jamais permitas ouvir gritos nos teus ouvidos.
O Amor é o único que pode falar mais alto!
Jamais permitas que paixões desenfreadas te transportem
de um mundo real para
outro que nunca existiu!
Jamais te ponhas  linda e maravilhosa a fim de esperar
por um homem que não tenha olhos para admirar-te!
Jamais permitas que os teus pés caminhem
em direção a um homem que só vive fugindo de ti!
Jamais permitas que a dor, a tristeza, a solidão, o ódio,
o ressentimento, o ciúme, o remorso e tudo aquilo
que possa tirar o brilho dos teus olhos te  dominem,
fazendo arrefecer a força que existe dentro de ti!
E, sobretudo, jamais permitas que  tu  mesma
percas   a dignidade de ser MULHER!!!
(retirado de um email que recebi e cujo autor/a desconheço)
( li no blog " letras de babel " que no passado dia 24 de Novembro foi o dia contra a violência para com as mulheres, confesso que não me apercebi da data e do seu significado, porém não quero deixar de publicar aqui este belo texto, porque o tema é real, persiste e me toca profundamente por ferir a dignidade e a integridade física e moral daquelas que dão ao mundo o futuro com amor e dor.
Além deste tenho outro post já publicado sobre o mesmo tema.) A Granny
a granny hoje sente-se: optimista e pessimista
música: "Celtic Music -woman"
os tags da granny:
publicado por GRANNY Ditte às 01:15
link do post | comente | a granny responde (4) | favorito
Quinta-feira, 8 de Março de 2007

" MULHERES GORDINHAS "

Que triste é sentir na pele, o preconceito
Uma dor que fere e machuca o peito
Seja negro, pobre, deficiente, gordo
Nada no mundo justifica o preconceito.
 
Sim sou gordinha, e daí?
Minhas curvas são delineadas, tal estrada,
Meu sorriso é doce e terno, sou liberdade
Carrego no olhar a ternura e a suavidade.
Adoro chocolate, um orgasmo verdadeiro,
Não me consolo num abraço traiçoeiro,
Não creio no valor frio, sórdido e rançoso,
Creio no amor superando tudo, esperançoso.
 
Sim sou gordinha e dai?
Tenho um pouco de anjo, voar livremente
Das bruxas herdei o feitiço e o encantamento
Da mulher, a delicadeza e a feminilidade,
Da canção, um coração ditando poesia,
Da música, todas as notas, multiplicidade.
 
Sim sou gordinha, e daí?
Eu sou todos os sons que a vida interpreta
Eu sou a harmonia da sinfonia que encanta
Eu sou a força do viver edificando tudo
Eu creio em mim e nos meus valores, contudo
Não creio na falsa verdade do preconceito.
 
Sim sou gordinha, e daí?
Meu espelho não mente, não me engana,
Vejo nele reflectido meu corpo e minha alma.
 
São tantos rumores, falsos pudores,
Corações de cera fria, perseguidores,
Vou juntando os cacos e deito-os no lixo.
Não entro em conflitos, sou a paz,
Sou eu, amando, sorrindo, chorando,
Pela vida fora, segura vou andando.
 
Sim sou gordinha, e daí?
Sou menina, mulher, mãe, avó,
Sou amiga, vizinha, tia…
Sou feirante, florista, ou vadia.
Sou o que eu quiser,
Por ora sou, simplesmente, mulher.
(retirado de um pps do site Ria slides,com imagens de obras do pintor e escultor Botero)
(hoje dia 8 de Março, dia Internacional da mulher, quis fazer um tributo às mulheres cuja a massa corporal está fora dos esteretopios actuais- as gordas, ou mais ternamente, as gordinhas. Como qualquer discriminação, ou estigma, não tem razão de ser que se marginalizem as mulheres que têm uns quilos a mais.  Falo  daquelas que nasceram gordinhas, das que por qualquer motivo viram as suas linhas tornarem-se mais volumosas com o correr dos anos, enfim de todas que entram no esteropio marginalizado das gordas, e como tal não se enquadram nos canones da sociedade fútil  e, por isso, vêm as suas oportunidades limitadas, são ridicularizadas e sofrem no silencio  da sua auto-estima lesada, embora algumas tenham a coraqgem de se rir de si-mesma como forma de enxotarem olhares e palavras malicosos e dolorosos. Afinal porquê este preconceito? Que  têm as mais magras que as mais gordas não tenham? Possivelmente, alguns dirão, têm menos gordura. Então poderei retoquir que isso não faz uma mulher, que, se hoje celebramos o dia 8 de março como o dia das mulheres, é porque há mais de um século, mulheres gordas e magras, altas e baixas, bonitas e feias, se juntaram e lutaram para que hoje todas as mulheres tenham os mesmos direitos que os homens, para que sejam tratadas em igualdade de direitos e deveres. Então a que propósito vem este preconceito baseado no estereotipo estúpido e superficial de que magreza é beleza? E se for , saibam que a capacidade de amar, de ser inteligente, dinâmica, activa, mãe, mulher, avó, cidadã não se mede pela massa corporal de qualquer uma, mas sim pelas suas capacidades através de outros coeficientes de avaliação.
Acho que já falei demais, talvez um dia volte a este assunto. Por ora desejo a todas as mulheres um
FELIZ DIA DA MULHER)A GRANNY
 
 
 
 
 
 
 
 
 

a granny hoje sente-se: Orgulhosamente mulher
música: " Have you ever really loved a woman?"
os tags da granny:
publicado por GRANNY Ditte às 05:41
link do post | comente | a granny responde (17) | favorito

.mais sobre a granny

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts da granny

. " AS MULHERES DE CERTA ID...

. " AS MULHERES CELTAS - UM...

. " MULHERES GORDINHAS "

. "VIOLENCIA CONTRA AS MULH...

.baú da granny

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

.os tags da granny

. todas as tags

.os favoritos da granny

. RECOMEÇAR OU NÃO... EIS A...

. " MULHERES GORDINHAS "

. "O QUE APRENDI "

. " O QUE SOU "

. "O DIA DAS CRIANÇAS DESAP...

. "VIOLENCIA CONTRA AS MULH...

.links

.as fotos da granny

blogs SAPO

.subscrever feeds